Confira essa lista 10+ manchas vermelhas na pele como tratar perfecto

Neste artigo vamos explicar manchas vermelhas na pele como tratar perfeita para o dia a dia. Se você gostou das nossas dicas , não deixe de acompanhar o guia nas redes nhaxinhplaza.net para mais opções incríveis!

Você deve saber que manchas não são todas iguais e podem representar uma variedade de condições, que vão desde uma queimadura de limão até um câncer de pele. Elas podem ter cor, formato e tamanhos diferentes. Mas tem uma grande categoria delas, que é mais comum que as demais: olá, manchas vermelhas na pele!

“As manchas vermelhas são muito comuns, porque elas aparecem em qualquer processo inflamatório. Pode aparecer o eritema das mais diferentes formas, desde uma pancada até uma acne ou uma reação alérgica”, afirma a Dra. Monalisa Nunes, dermatologista.

manchas vermelhas

O que podem ser manchas vermelhas na pele?

Quando o assunto são manchas vermelhas, avermelhadas ou até descamativas, doenças crônicas costumam vir a cabeça, como a rosácea e a psoríase. Mas o mundo das manchas vermelhas é amplo e pode ser um sintoma de uma doença, como dengue ou zika, uma alergia ou dermatites.

+ Afinal, como as manchas se formam?

E o que são as causas mais comuns das manchas vermelhas da pele? “Acredito que entre as principais causas estão as dermatites, as inflamações de pele no geral”, aponta a Dra. Monalisa.

Diante de tantos diagnósticos possíveis, o ideal é sempre procurar um médico para entender direitinho o que está acontecendo e fazer o tratamento correto para a condição que você tem, sem erro.

+ Manchas: para cada caso existe um tratamento específico

Tipos de manchas vermelhas na pele

Aqui vamos te apresentar alguns dos principais tipos de manchas vermelhas na pele e te explicar um pouco mais sobre cada uma delas. Preparados?

Alergia

De forma geral, a alergia é uma reação inflamatória a um determinado estímulo. Por exemplo, após a pele entrar em contato com uma substância específica, o organismo tem uma resposta inflamatória a ela, gerando vermelhidão, mas também coceira, inchaço, entre outras reações.

Vale lembrar que em casos graves, pode haver inchaço dos olhos, região da boca e até dificuldade de respirar. Nesses casos, é importante procurar ajuda médica imediatamente.

+ O que acontece ao interromper o tratamento de manchas?

Os tratamentos dependem do que está acontecendo com a sua pele e também a gravidade do caso. Por isso, o melhor caminho é sempre buscar um dermatologista ou alergologista.

Porém, segundo a Dra. Monalisa Nunes, os tratamentos principais incluem antialérgicos orais e pomadas a base de corticoide, que são prescritos por médicos.

A Dra. Kédima Nassif ainda emenda: compressas frias, cremes hidratantes específicos para quem sofre com alergias e também a água termal podem ajudar a aliviar.

Rosásea

A rosácea é uma doença vascular inflamatória crônica e sua causa ainda não é conhecida. É mais comum em adultos de pele clara entre 30 e 50 anos de idade e é mais frequente em mulheres.

Entre os sintomas principais estão: flushing facial (vermelhidão e calor na pele), telangiectasias (dilatação de pequenos vasos permanentes), manchas vermelhas persistentes, pequenas pápulas, espessamento irregular da pele do nariz e alterações oculares.

+ Por que a pele sensível e a rosácea se acentuam com o cansaço?

“O principal é saber que a rosácea não é só uma alteração de cor da pele, mas sim uma doença. O que melhora o vermelhão, é tratar a rosácea. É necessário fazer o diagnóstico, ver em que grau que nós estamos, porque existem vários graus de rosácea. E então estabelecer o tratamento, que vai ajudar a vermelhidão”, já nos disse por aqui a Dra. Denise Steiner.

Sobre tratamento, ela ainda completa: “Existem algumas medicações só para mudar o avermelhamento, mexendo somente nos vasos. Mas logicamente, cremes calmantes e hidratantes ajudam. E também evitar as situações que pioram como por exemplo ingestão de álcool exageradamente.”

Dermatites

A dermatite é uma doença inflamatória da pele. Ela se caracteriza por sintomas como vermelhidão, coceira, descamação e até a formação de bolhas. Pode aparecer em qualquer idade, inclusive em bebês, e em diferentes áreas do corpo: “Erupção cutânea, coceira, vermelhidão e descamação são sintomas comuns (a todos os tipos)”, explica Dra. Roberta Padovan, médica pós-graduada em Dermatologia e Medicina Estética.

É bastante comum também que tenha origem alérgica e os fatores podem ser os mais diversos, como contato com substâncias que gerem alergia, pele muito seca, efeito colateral de medicamentos ou ainda contato da fralda com a pele (como ocorre nos bebês), entre outros.

+ Pele seca ou desidratada? Entenda a diferença entre elas

Há vários tipos de dermatites, mas pensando em manchas vermelhas, a dermatite de contato é a primeira que vem a cabeça. Ela éuma reação inflamatória na pele, que acontece por conta do contato com um agente irritativo ou alérgeno. Entre os principais sintomas estão lesões vermelhas na pele, coceira, ardor ou queimação intensa, bolhas, inchaço, descamação, entre outros.

O tratamento depende da extensão e da gravidade do quadro, podendo incluir medições orais e tópicas. Para cuidar, em geral, o primeiro passo é limpar o local com água corrente para retirar qualquer vestígio do que irritou a pele. Podem ser utilizadas compressas úmidas, cremes ou pomadas com corticosteroides.

+ Manchas e pele sensível: quais os desafios no tratamento?

Outra é a dermatite seborreica. É uma inflamação da pele, assim como as outras, mas é caracterizada por descamação e vermelhidão em algumas áreas do rosto, como sobrancelhas, cantos do nariz, couro cabeludo e orelhas. É uma doença crônica, com períodos de melhora e piora, e não contagiosa. A causa não é conhecida, mas se sabe que a inflamação pode ter origem genética ou ser desencadeada por alergias, estresse emocional, baixa temperatura, excesso de oleosidade, entre outros.

Um dermatologista vai indicar o melhor tratamento para os tempos de crise. Mas o tratamento precoce também é importante e pode envolver lavagens mais frequentes, uso de xampus com ácido salicílico, alcatrão, enxofre, zinco e antifúngicos, uso de cremes e pomadas, interrupção do uso de alguns produtos para cabelo, entre outros.

Por fim, temos a dermatite atópica é uma doença crônica, hereditária, não contagiosa, e de caráter reincidente, ou seja, há tempos de crises e melhora. “O predomínio da doença ocorre no público infantil e tende a melhorar na adolescência. Em uma frequência menor, ocorre também em adultos e, neste caso, a gravidade acaba sendo maior”, nos contou a Dra. Lívia Lavagnoli, dermatologista que também sofre com dermatite atópica.

+ Por que o tratamento para manchas não funciona sem proteção solar?

O principal sintoma é uma pele muito seca, com coceira. Há também a presença de lesões vermelhas na pele, que podem ser desde pequenas feridas até grandes placas que sangram. Em adultos, é comum acontecer em mãos e pés, mas também em dobras e quaisquer outras partes do corpo. Qualquer pessoa pode desenvolver esta doença de pele, mas o mais comum é acometer quem tem histórico familiar de doenças como asma e rinite alérgica.

Infelizmente, a dermatite atópica não tem cura, mas sim tratamento. Por isso é tão importante um dermatologista.

Psoríase

A psoríase é uma doença inflamatória, crônica, autoimune e não contagiosa. Se caracteriza pela presença de lesões arredondadas, avermelhadas e descamativas na pele. É uma doença em que os sintomas aparecem e reaparecem durante a vida, periodicamente.

As causas da psoríase não são conhecidas. O que se sabe é que tem caráter hereditário e que pode ter relação com o sistema imunológico. Além disso, fatores externos podem causar o surgimento e piora das lesões da pele, como o estresse, por exemplo. Há diversos tipos de psoríase, sendo a mais comum a psoríase em placas ou vulgar.

+ Manchas Brancas: o que pode ser, quais os tipos e qual o tratamento

A psoríase não tem cura, mas há tratamento, que deve ser feito por um dermatologista e cada caso deve ser estudado individualmente. “Há casos mais graves em que é necessário tomar imunossupressores, alguns em que é necessário tomar remédios como methotrexate e outros em que o uso de corticoides tópicos são indicados”, já nos contou o Dr. Abdo Salomão.

Não é possível generalizar o tratamento, porque tudo depende do tipo, local afetado, a extensão e o organismo de uma forma geral.

Nevo Rubi

Outra condição que pode incluir manchas vermelhas na pele entre os sintomas é o Nevo Rubi. Também conhecida como angioma senil ou angioma rubi, são pintinhas vermelhas que aparecem na pele de adultos e sangram quando são coçadas.

+ Vitiligo: o que é, quais as causas e como é o tratamento

Pode ocorrer em diversas partes do corpo. O mais comum é no tronco e na região do couro cabeludo. Não causa problema algum e sua retirada é puramente estética.

Urticária

Você já deve ter ouvido falar em urticária, né? É uma irritação da pele, que é caracterizada por manchas vermelhas e levemente inchadas, que coçam. Podem aparecer em qualquer área do corpo. São pequenos surtos, que surgem em qualquer período do dia, podendo durar horas. As lesões desaparecem sem deixar marcas.

+ Alergia na pele: quais são as causas, tipos e como cuidar

Pode surgir por fatores identificados (como alimentos, calor, frio, água) ou de forma espontânea, sem causa identificada. É mais comum em adultos jovens, entre 20 e 40 anos. Segundo a SBD, uma a cada cinco pessoas terá pelo menos um episódio de urticária.

O tratamento envolve avaliação de um dermatologista, que determina o tipo de urticária. Afastar a causa, quando possível, e fazer uma dieta alimentar estão entre os cuidados. Antialérgicos também podem ser administradas.

Brotoeja (miliária)

As brotoejas, também conhecidas como miliária rubra, são pequenas bolinhas vermelhas que aparecem na pele. Elas aparecem quando os canais que transportam o suor ficam obstruídos. Isso gera irritação, coceira e a erupção cutânea característica das brotoejas. Podem surgir pelo corpo todo, mas são mais comuns em regiões de atrito, como parte interna das coxas e axilas.

+ Assadura em adultos: o que é, como tratar e prevenir

Para cuidar, o ideal é manter a pele seca e não abafada. O tratamento pode envolver cremes ou loções com corticosteroides.

E a zika e a dengue?

Diversas outras doenças podem chegar manchas vermelhas na pele, como a zika e a dengue. Mas por que isso acontece?

“Na dengue e na zika, essas vermelhidões, pontinhos vermelhos são por uma vasodilatação, é o aumento do vaso mesmo, não é um processo inflamatório somente. Muitas vezes também já é por uma pequena hemorragia mesmo, como no caso da dengue hemorrágica. É um pouco diferente das outras questões de pele”, explica a Dra. Monalisa Nunes.

Outras doenças também envolvem lesões na pele, como rubéola, catapora, lúpus, sarampo, entre outras.

Família Sallve

Lembrando que proteção solar é parte essencial de qualquer rotina de pele, principalmente para quem faz tratamentos de manchas.Você já conhece o Protetor Solar da Sallve FPS 60 protege sua pele diariamente com acabamento hidratante e invisível na pele, formando uma dupla perfeita com o Sérum Antimanchas. Sua fórmula única oferece uma multi defesa: além da alta proteção contra UVA/UVB (com PPD 25,5), ele também protege sua pele contra os danos da luz azul e visível, infravermelho e poluição.

Com vitamina E e carnosina, ele tem ação antioxidante, que previne os sinais do tempo, e ação antiglicante, que ajuda a preservar o colágeno da sua pele. Não-comedogênico e sem álcool, ele deixa um toque macio combinado com o viço incrível, sem esfarelar.

manchas vermelhas

Antioxidante Hidratante FPS 30

Já o nosso Antioxidante Hidratante FPS 30 UVA/UVB reúne tratamento, hidratação e proteção UVA/UVB. Desenvolvido para o rosto, região dos olhos e pescoço, ele combina o ácido hialurônico a seis antioxidantes preciosos – a nano Vitamina C a 10%, vitamina E, resveratrol, niacinamida, cafeína e carnosina – e, graças à nanotecnologia, seus principais ingredientes são protegidos e chegam mais potentes e sem oxidar ao lugar certinho da pele.

O Antioxidante Hidratante FPS 30 UVA/UVB é uma loção cremosa que também oferece um toque seco e controla a oleosidade sem tirar o viço da pele, prevenindo e reduzindo a aparência de linhas finas e sinais do tempo. Ao mesmo tempo, ele também protege a degradação do colágeno e aumenta sua síntese, uniformiza o tom suavizando manchas, diminui o inchaço e as olheiras de cansaço, hidrata controlando a oleosidade, reduz a aparência dos poros, devolve a luminosidade e o viço da pele, oferece ação multi defesa contra danos da luz azul, visível, infravermelho e poluição e proteção solar FPS 30 UVA/UVB PA+++.

Hidratante Reparador

O Hidratante Reparador pode ser aliado de algumas condições de pele. Mas por muitas se tratarem de doenças crônicas, alergias, entre outras, o ideal é sempre, sempre consultar um dermatologista antes de sair por aí passando cremes na sua pele.

A dermatite atópica, por exemplo, é uma condição crônica, que precisa ser acompanhada de perto por um dermatologista. São muitas vezes necessárias medidas específicas para deixar tudo saudável.

Mas como um dos principais cuidados com a dermatite atópica é a hidratação, o Hidratante Reparador pode ajudar. Como quem tem dermatite atópica tem a barreira de proteção deficiente, um cremão pode ser de grande ajuda.

+ Hidratante Reparador acalma a pele seca e sensibilizada

“O Hidratante Reparador é excelente para quem tem a pele com dermatite atópica, porque ele já devolve as ceramidas, que são um dos lipídeos que o paciente com dermatite atópica tem deficiência, e faz uma hidratação mais profunda e ainda tem agentes anti-inflamatórios que vão ajudar nessa sensibilidade da pele”, explica a Dra. Monalisa Nunes.

Ele é um hidratante múltiplo, não comedogênico, que pode ser usado tanto no rosto quanto no corpo, nutrindo e acalmando peles secas e sensibilizadas, reparando danos e restaurando regiões extremamente ressecadas. Ele repara regiões ressecadas como mãos, cotovelos e pés, reduz a vermelhidão, previne o acinzentamento e descamação e deixa a pele luminosa e com toque macio.

+ Hidratante Reparador pode ser usado no corpo todo e nós temos dicas!

Sua fórmula combina ingredientes emolientes e umectantes poderosos como as ceramidas biomiméticas e o pantenol, com propriedades calmantes e que auxiliam na reconstrução e cicatrização da barreira da pele, o alfa-bisabolol com ação anti inflamatória, calmante e antioxidante, a manteiga de karité, que hidrata criando uma barreira e reduz a perda de água, e os eletrólitos, para garantir o balanço hídrico da pele.

Formulado especialmente para peles sensíveis, secas e ressecadas, mas com benefícios comprovados em todos os tipos de pele, nosso Hidratante Reparador é um cremão vegano, sem silicone, sem óleo mineral e sem crueldade.

Vale lembrar! Consultar um (a) dermatologista, é sempre a opção mais correta e saudável para cuidar da melhor forma possível da sua pele, combinado?

Artigos e referências usadas para este texto

Miliária rubra

Rosácea

Urticária

Psoríase

Dermatite de contato

Dermatite seborreica

Angioma Rubi

Top 10 manchas vermelhas na pele como tratar um guia que Nha Xinh

Qual a diferença entre psoríase e dermatite atópica?

  • Autor: pfizer.com.br
  • Data de publicação: 05/12/2022
  • Revisão: 4.87 (749 vote)
  • Resumo: Manchas avermelhadas, descamação da pele, coceira e desconforto. Além de vários sintomas parecidos, a psoríase e a dermatite atópica podem dificultar as …

Manchas vermelhas na pele: o que pode ser e como cuidar?

  • Autor: loreal-paris.com.br
  • Data de publicação: 06/19/2022
  • Revisão: 4.66 (429 vote)
  • Resumo: As manchas vermelhas no rosto, por exemplo, são um problema bastante comum – mas nem sempre as pessoas sabem como tratar.

Manchas vermelhas na pele podem indicar mais de dez doenças

  • Autor: gazetadopovo.com.br
  • Data de publicação: 08/11/2022
  • Revisão: 4.29 (239 vote)
  • Resumo: Como as doenças de pele que apresentam manchas vermelhas são inúmeras, é necessário consultar um especialista para tratar a causa do …

Manchas vermelhas na pele que coçam, o que pode ser?

Manchas vermelhas na pele que coçam, o que pode ser?
  • Autor: medicoresponde.com.br
  • Data de publicação: 03/26/2022
  • Revisão: 4.15 (288 vote)
  • Resumo: As manchas do eczema ou dermatite, como também é conhecido, causam coceira intensa na pele. Trata-se de um processo inflamatório semelhante a uma alergia, já …
  • Resultados da pesquisa de correspondência: A sua transmissão se dá pelo contato direto com pessoas infectadas, especialmente quando a pessoa apresenta uma baixa imunidade e o tratamento é feito com pomadas ou cremes antifúngicos. Em casos de grande extensão ou dificuldade de tratamento, pode …

Manchas na pele: como distinguir e tratar?

  • Autor: cuf.pt
  • Data de publicação: 03/16/2022
  • Revisão: 3.94 (308 vote)
  • Resumo: Melasma. Tem entre 20 e 50 anos e nota cada vez mais manchas escuras (castanhas ou acinzentadas) na pele, sobretudo nas maçãs do rosto, …
  • Resultados da pesquisa de correspondência: Em caso de aparecimento de manchas na pele, o dermatologista é o especialista indicado para fazer o diagnóstico, excluindo outras doenças que podem determinar alterações da pigmentação, como lentigo solar ou do envelhecimento (manchas da idade), …

Doenças da pele – SPDV

  • Autor: spdv.pt
  • Data de publicação: 07/14/2022
  • Revisão: 3.61 (216 vote)
  • Resumo: Outras são doenças crónicas e motivo de grande impacto na qualidade de vida e, mesmo que não tenham cura definitiva, o tratamento dermatológico pode aliviar os …

Tudo sobre vermelhidão no rosto

  • Autor: bioderma.pt
  • Data de publicação: 06/07/2022
  • Revisão: 3.45 (546 vote)
  • Resumo: Algumas pessoas com tipos de pele sensíveis e reativos apresentam vermelhidão e pequenos vasos … com uma mancha vermelha central, mais ou menos em relevo.

Dermatite Atópica no rosto – Sintomas, causas e formas de controlo

  • Autor: eucerin.pt
  • Data de publicação: 09/30/2022
  • Revisão: 3.32 (342 vote)
  • Resumo: Em crises agudas, os pacientes passam de uma comichão leve para intensa, a pele vermelha torna-se vermelha escura, escamada, irregular para inchada, dolorida …

8 Causas de manchas vermelhas na pele que coçam

  • Autor: mdsaude.com
  • Data de publicação: 07/01/2022
  • Revisão: 3.15 (251 vote)
  • Resumo: Se você quiser saber mais detalhes sobre o eczema atópico (dermatite atópica) leia: DERMATITE ATÓPICA – Sintomas e tratamento. Picada de …
  • Resultados da pesquisa de correspondência: O sintoma clássico da escabiose é uma coceira difusa pelo corpo, que costuma ser mais intensa à noite. As lesões típicas da escabiose são pequenos pontinhos ou bolinhas avermelhadas e com relevo. Em alguns casos, as lesões podem ser tão pequenas que …

Manchas vermelhas na pele: 15 causas e o que fazer

Manchas vermelhas na pele: 15 causas e o que fazer
  • Autor: boaconsulta.com
  • Data de publicação: 04/25/2022
  • Revisão: 2.9 (169 vote)
  • Resumo: As manchas vermelhas na pele normalmente são lesões dermatológicas comuns, podendo ser causadas por fungos, dermatite atópica, psoríase, pitiríase rósea de …
  • Resultados da pesquisa de correspondência: Como são as manchas da Rubéola: se caracterizam por seu tamanho pequeno, são geralmente planas, mas podem ocorrer de algumas serem elevadas, e podem se unir de forma a parecerem maiores e provocam coceira no paciente. Na maioria das pessoas surgem …

Nguồn: https://nhaxinhplaza.net